• Paulo Henrique Mai

É preciso ser psiquiatra para trabalhar com saúde mental?

É comum me perguntarem se sou psiquiatra, por conta da ênfase do meu trabalho em saúde mental. A resposta para essa pergunta é não. Não sou psiquiatra.


O campo da saúde mental é muito amplo, envolve diversos aspectos, desde os biológicos, psicológicos, espirituais e sociais. Considerando todos estes aspectos são diversos profissionais que se capacitam para abordar uma ou mais destas áreas: psicólogos, psicanalistas, assistente sociais, enfermeiros, terapeutas ocupacionais, psiquiatras e também médicos de família e comunidade (e é aqui que eu entro).


A Medicina de Família e Comunidade é uma especialidade médica tão ampla quanto o campo da saúde mental, que tenta entender a pessoa nas suas ingularidades e ao longo de todas as fases de sua vida, prestando um cuidado em saúde integral e continuado.


Cuidado integral é aquele que não separa o que é do corpo ou o que é emocional. Olhar a pessoa como um todo é considerar também a saúde mental.


Em suma, a medicina de família não é a mesma coisa que a psiquiatria, mas ambas as especialidades compartilham o cuidado em saúde mental.



0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo