• Paulo Henrique Mai

75% das quedas em idosos acontece dentro de casa. É possível prevenir?

Atualizado: 21 de abr.

Não é raro ouvirmos histórias de quedas em pessoas idosas, no Brasil 30% dos idosos caem pelo menos uma vez no ano e 75% das quedas acontecem dentro da própria casa.

Além do impacto físico que as quedas podem trazer, a saúde mental do idoso também é afetada, o que influencia diretamente na qualidade de vida. A prevenção é importante, pois, é uma forma de manter a autonomia e a independência da pessoa idosa.


Alguns fatores podem predispor a quedas ao longo do processo de envelhecer: diminuição da acuidade visual, uso de medicamentos e dificuldade de locomoção.


Muitas vezes não percebemos, mas nosso lar também pode contribuir para aumentar as quedas. Geralmente problemas como: escadas sem corrimãos, corredores estreitos, iluminação inadequada, objetos espalhados pela casa, degraus altos, tapetes não antiaderentes, fios de instalações (telefone, televisão, abajur), ausência de barras de apoio no banheiro, roupas e sapatos inapropriados facilitam a queda.


Não se pode prever uma queda, no entanto pequenas mudanças no dia a dia podem auxiliar a pessoa idosa e evitar riscos:


  • Usar tapetes emborrachados antiderrapantes

  • Aumentar a iluminação nos cômodos da casa (lâmpadas fluorescentes)

  • Instalar barras de apoio próximas ao vaso sanitário

  • Ajustar a altura da cama à altura do idoso

  • Manter um abajur ou interruptor ao lado da cama

  • Colocar corrimãos em escadas, degraus e corredores

  • Manter uma vida ativa


O médico de família e comunidade é o especialista em atender a pessoa em todas as fases de sua vida, capacitado para identificar interações medicamentosas, efeitos adversos de remédios e outros fatores que aumentem o risco de quedas.


Todo mundo merece um médico de família e comunidade!




56 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo