• Paulo Henrique Mai

Abordagem da depressão em idosos

A depressão na pessoa idosa é uma realidade, mas negligenciada por diversos fatores:

  • Estigma relacionada à saúde mental

  • Déficit auditivo

  • Declínio cognitivo

  • Comodidades (outras doenças associadas)

  • Descrença no tratamento

  • Polifarmácia (interação entre muitos medicamentos)

  • Descrença no tratamento

Além disso, é comum que as pessoas que convivem com os idosos não valorizarem suas queixas e as associarem com tristeza devido a perdas afetivas, econômicas e sociais.


Para confirmar o diagnóstico muitas vezes são necessários exames para descartar anemia, carência de vitaminas ou outras condições clínicas como demência. Uma avaliação completa leva em consideração também os medicamentos utilizados pela pessoa, pois alguns remédios podem causar efeitos adversos semelhantes a depressão.


Uma indicação de leitura é o texto que auxiliei na elaboração para o Programa de Atualização em Medicina de Família e Comunidade (PROMEF) intitulado Abordagem da Depressão em Idosos na Atenção Primária à Saúde.








7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo